Anna Toledo

atriz | roteirista | cantora | compositora | versionista

Natural de Curitiba, PR, cursou Artes Cênicas na PUC – PR. Formada no curso profissionalizante de Música na Escola de Música de Brasília. Graduada em Canto Lírico pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Bolsista em Vocal Performance na Berklee School of Music (Boston – EUA). Estudou canto com Francisco Frias, Neyde Thomaz, Bob Stollof, Gabrielle Goodman e Amelia Gumes.

Desenvolveu carreiras na música e no teatro, que às vezes correram paralelamente e, em outras, se desenvolveram de forma complementar.

Nos anos 90, trabalhou como cantora no grupo Vocal Brasileirão, sob a direção do maestro Marcos Leite. Com o conjunto, gravou um disco e fez várias apresentações em Curitiba e pelo interior do Paraná. Dedicou-se a vários estilos musicais, tendo atuado como solista nas óperas “A Flauta Mágica” e “Don Giovanni“, ambas de W. A. Mozart. Fez turnês cantando música medieval e canções do início do século XX. Gravou música contemporânea no álbum “Sonatas e Austrais”, do compositor Harry Crowl.  Foi cantora da banda curitibana de jazz Original Jazz Combo, com a qual gravou um CD em 2000. Também excursionou pelos EUA com o conjunto do pianista norte-americano Phil Degreg, cantando jazz, na primeira década dos anos 2000.

Em 2001, lançou seu primeiro CD solo, “Viva!”. Em 2005, lançou o segundo CD “Frescura”. Após dois discos com músicas inéditas, lançou em 2012, o CD “Meu Coração É…” com regravações de sambas-canções clássicos. Além das gravações solo, participou como cantora, produtora e/ou compositora em cerca de outros 12 CDs, incluindo a trilha sonora do espetáculo Vingança.

Como atriz, iniciou a carreira profissional em 1988, no Rio de Janeiro, com o musical O Refletor, baseado na obra de Bertolt Brecht e Kurt Weill.  Trabalhando e estudando em Curitiba, nos anos 90, atuou em diversas peças teatrais, dirigida por Marcelo Marchioro, Mario Shoemberger, Fatima Ortiz, entre outros. Mudou-se para São Paulo em 2001, ao integrar o elenco da peça O Beijo da Mulher Aranha, com Claudia Raia e Miguel Falabella. Desde então, participou de mais de duas dezenas de espetáculos. Em seu currículo teatral destacam-se Dogville, Vingança, Chet Baker – Apenas Um Sopro, Lembro Todo Dia de Você, A Opera dos Três Vinténs e as superproduções musicais A Bela e a Fera, Cole Porter – Ele Nunca Disse Que Me Amava, O Fantasma da Opera,  My Fair Lady,  A Noviça Rebelde, Godspell, entre outros.

Escreveu, como colaboradora, nas revistas Piauí e Bestiário (revista eletrônica de contos).

Como roteirista, escreveu radionovelas para o programa “Rádio Facul” (Rádio USP).

Estreou como autora teatral em “Vingança”, espetáculo musical indicado a mais de 20 prêmios, vencedor do prêmio popular de Melhor Musical de 2013 pela Folha de SP e indicado ao Shell em 2013. O texto da peça foi publicado pela Editora É Realizações.

“Nuvem de Lágrimas”, seu segundo texto, estreou no Teatro Bradesco, em São Paulo, fez temporada no Rio de Janeiro (Teatro Oi Casagrande) e excursionou por capitais e interior do país. Eleito o Melhor Musical de 2015 na Escolha do Público do Guia da Folha/Folha de SP, revelou os artistas Lucy Alves e Gabriel Sater.

“Divas”, um musical pop para público juvenil, estrelado por Luiza Possi e Jeniffer Nascimento, estreou em outubro de 2016 no teatro Procópio Ferreira, em São Paulo e depois cumpriu temporada no teatro Riachuelo, no Rio de Janeiro.

Em 2019 estreia “Conserto para Dois”, estrelado por Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello, com música original composta por Anna Toledo. Tony Lucchesi e Thiago Gimenes e texto original de Anna Toledo.